Fernando no Treino

Como funciona a lista da base no Campeonato Paulista?

O Campeonato Paulista de 2018 trouxe uma novidade no regulamento. Os clubes seguem com a limitação de inscrever apenas 26 atletas, mas agora podem cadastrar uma lista da base.

Como funciona a lista da base no Campeonato Paulista na prática?

Os clubes podem inscrever até 26 atletas profissionais, sendo que 3 deles precisam ser goleiros.

Essa limitação sempre foi uma das grandes reclamações dos grandes clubes. Para o Palmeiras, entendo que é ainda mais prejudicial. Os campeonatos estaduais deveriam servir para rodar elenco, testar peças, adaptar reforços. Quanto maior a qualidade um elenco, mais jogadores interessantes acabam tendo que ficar de fora. Isso é o que aconteceu com Hyoran e Emerson Santos. Os dois jovens jogadores não “couberam” na lista de 26 atletas e seguem apenas treinando com o grupo.

A nova regra que entrou em rigor em 2018 permite usar o campeonato para dar esse tipo de cancha para os jovens jogadores da casa. O regulamento prevê que os clubes possam incluir um número ilimitados de atletas que sejam das categorias de base para disputar o torneio.

No entanto, não é qualquer jogador da base que está habilitado para entrar nessa lista, existem algumas exigências:

  • O atleta deve ter mais de 1 ano de clube, sem contar empréstimos (data do contrato registrado na Federação Paulista de Futebol).
  • Durante o tempo que tem de clube, o jogador deve ter participado de ao menos uma competição de base organizada pela FPF.
  • O atleta deve ter entre 16 e 21 anos (nascido em 1997).
  • Só será permitido utilizar 5 atletas dessa lista simultaneamente nos jogos.

Curiosidades da lista da base do Palmeiras

Com essas 4 condições fica mais fácil entender algumas questões que são constantemente abordadas por palmeirenses nas redes sociais, como:

  • O zagueiro Pedrão não pôde ser inscrito na lista da base porque não tinha um ano completo no Palmeiras. Ele foi contratado no final de fevereiro.
  • O atacante Artur foi inscrito mesmo depois de passar um ano emprestado para Red Bull e Londrina. Isso porque o jogador está no clube desde 2014. Nesse período ele disputou algumas competições realizadas pela FPF com a camisa do Palmeiras.
  • Yan Matheus, camisa 11 do Palmeiras na Copinha, não pode ser inscrito pelo mesmo motivo de Pedrão. O atacante chegou ao Palmeiras em março de 2017 e ainda não possui um ano de clube.
  • José Aldo, todavia, mesmo tendo contrato de empréstimo com o Palmeiras, poderia ser inscrito. O atleta está há mais de um ano vestindo o manto alviverde.
  • Gabriel Jesus poderia ser inscrito com esses critérios caso ainda estivesse no plantel.

Atualmente, a lista da base do Palmeiras no Campeonato Paulista conta com 4 nomes: O goleiro Daniel Fuzato, o lateral esquerdo Luan Cândido e os atacantes Artur e Fernando.

O goleiro Daniel Fuzarto está com 20 anos. Foi campeão Paulista sub-20 em 2017.

Luan tem apenas 17 anos e já integra o sub-20 do Palmeiras. O jogador disputou a Copa do Mundo sub-17 pelo Brasil em 2017.

Fernando

O atacante Fernando tem 18 anos e foi o artilheiro do Verdão na Copa São Paulo de 2018.

Artur

Artur, de 19 anos, foi eleito a revelação da Série B de 2017 atuando por empréstimo no Londrino.

Nenhum dos atletas teve a oportunidade de entrar em campo. Artur estava próximo de receber uma chance de Roger Machado quando sofreu uma lesão no pé. O atleta passou por cirurgia na última semana e só deve estar apto para jogo em pelo menos 2 meses.

Luan Cândido já têm treinado com a equipe há algumas semanas e ficou no banco em duas oportunidades. Fernando está trabalhando com o grupo desde a lesão de Artur. Ambos podem ganhar algumas minutos na segunda metade do campeonato.

A TV Palmeiras divulgou um vídeo especial do primeiro dia de treino do garoto Fernando com o time principal. Vale a pena assistir:

Informações completas sobre o regulamento do Campeonato Paulista podem ser encontradas no site da Federação Paulista de Futebol.

Fotos: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Deixe uma resposta