• Home
  • /
  • Elenco
  • /
  • Desmanche no Palmeiras Sub-20? Entenda a situação
Desmanche Palmeiras Sub-20

Desmanche no Palmeiras Sub-20? Entenda a situação

O Palmeiras fez um desmanche na equipe sub-20? Muito tem se falado sobre saídas na base do Palmeiras neste meio do ano, mas quem realmente foi embora? Quais jogadores chegaram? Por que o clube fez isso? Entenda a situação.

 

Planejamento

O planejamento da categoria sub-20 costuma ser diferente das demais e do elenco profissional. Com a Copa São Paulo realizada no início de janeiro, o chamado “início de temporada” não se dá exatamente com a virada do ano. Os inscritos para a Copinha, inclusive, tem que ter contrato com o clube desde setembro do ano anterior.

Todo ano, naturalmente, os atletas que estouram a idade deixam de fazer parte do elenco em dezembro. O que o Palmeiras tem feito nas últimas temporadas é antecipar esse movimento para o meio do ano. Em termos práticos, todos os atletas nascidos em 1999 estão no último ano do sub-20 em 2019 e  a ideia é que o elenco do segundo semestre tenha menos jogadores com essa idade em campo.

A diferença de 2019 para as demais temporadas é que os jovens que estão hoje nessa situação fazem parte de uma das equipes mais vitoriosas da base do clube. Os jogadores fizeram parte do elenco bi-campeão paulista e foram campeões inéditos do Brasileiro, da Copa Ipiranga e da Copa do Brasil.

Justamente por completarem esse ciclo do sucesso, o clube entende que precisam de novos desafios desde já. Neste contexto, Matheus Neris e Leo Passos foram emprestados ao Londrina, Wesley ao Vitória e Gabriel Furtado ao Getafe, da Espanha.

Atualmente, apenas 6 atletas nascidos em 1999 seguem no elenco. Entre eles, Patrick de Paula é titular absoluto da equipe e Airton é usado com frequência por Wesley Carvalho. Além deles, só mais um atleta tem contrato que não expira ainda em em 2019:

  • Cesinha – meia (Emprestado pelo Cruzeiro até o fim do ano)
  • Cleiton Grefe – atacante (ex River Plate, com contrato até o fim do ano)
  • Gabriel Barbosa – atacante (contrato até 2021)
  • Daiju Sasaki (Emprestado pelo Vissel Kobe (JAP) com contrato próximo do fim)
  • Airton – atacante – contrato até 2020.

 

*Ivan Angulo e Luan Silva (emprestado do vitória) também são de 1999, mas não estão na lista por já estarem 100% integrados ao elenco profissional.

 

Rotação de elenco

O Palmeiras é um dos clubes que mais investe na base e isso inclui a contratação de atletas. É natural adquirir jogadores por empréstimo com passe fixado, por exemplo, para avaliá-los mais de perto.

Além disso, o Verdão é uma das equipes brasileiras que mais participa de campeonatos internacionais com a base, que acontecem em paralelo aos torneios nacionais. Em 2019, o sub-20 já disputou dois torneios na Holanda e irá, em breve, participar de um novo na República Tcheca. Neste caso, é importante ter um elenco um pouco maior que o natural.

Em 2019, o Palmeiras rescindiu ou simplesmente não renovou contrato de alguns jogadores do-20. Entre eles, o atleta com mais rodagem e que era titular da equipe é Marcus Meloni, o jogador e o clube não chegaram a um acordo pela renovação do seu contrato. A tendência é que ele vá, inclusive, para fora do país. Os demais jovens tinham pouca oportunidade na equipe principal da categoria:

  • Arthur Alves (zagueiro)
  • João Cesco (zagueiro)
  • Lucas Hian (lateral)
  • Romildo (volante)
  • Maycon Douglas (volante)
  • Gustavo Lessen (volante)
  • Victor Pires (meia)
  • Victor Alves (meia)
  • Diego (atacante)
  • Anderson Pelé (atacante)
  • Luiz Felipe (meia)
  • Daniel Silva (atacante)

 

Vai-e-vem

As movimentação do meio do ano não são apenas de saídas, mas também contam com a chegada de muitos atletas. Desde maio, o Palmeiras já teve alguns reforços confirmados para a categoria. 3 deles com empréstimos curtos de poucos meses:

  • Lucas Cordeiro | Atacante | Nascimento: 11/06/2001
  • Guilherme Vieira | Atacante | Nasc:  01/05/2000 | retorno após novo empréstimo Audax
  • Rian Roberto | Atacante | Nasc:  24/05/2001 | Empréstimo curto do Real Noroeste
  • João Felipe | Atacante | Nasc:  24/06/2001 | Por empréstimo do Ituano
  • Alison Jesus | Meia | Nasc: 25/10/2000 | emprestado do Linense
  • Jonathan | Lateral direito | Nasci: 12/07/2000 | Por empréstimo do Audax
  • Jadson Santos | Zagueiro | Nasc: 05/06/2000 |Por empréstimo Santa Cruz de Natal
  • Daniel do Amaral | Zagueiro |Nasc: 24/05/2000 |  Empréstimo curto do Taguaritinga 
  • Pedro Afonso | Zagueiro | Nasc: 08/04/2000 |  Empréstimo curto do Real Noroeste
  • Hiago Ribeiro Campeolo | Zagueiro | Nasc: 04/03/2000 | Empréstimo do Alverca, de Portugal.

 

Haverá mais saídas e chegadas?

Possivelmente sim. As inscrições nos campeonatos sub-20 do 2º semestre (Brasileiro e Paulista) podem ser feitas até meados de agosto, então é possível que até lá cheguem mais atletas. Também ainda é possível que outros atletas deixem o elenco, principalmente os mais velhos que estão jogando pouco, como Gabriel Barbosa.

Os jogadores da geração 2000 como Gabriel Menino, Vitão, Lucas Esteves e Alan, por exemplo, são figuras titulares absolutas no elenco e são observados por clubes do exterior. A tendência, no entanto, é que permaneçam e só saiam com alguma proposta em definitivo.  Eles podem jogar pelo sub-20 até o fim de 2020.

 

Aproveitamento no profissional

Muito se fala que o Palmeiras não usa a base porque gosta de vender o atleta antes dele atuar pela equipe principal. No entanto, o clube só fez essa movimentação 2 vezes nas últimas temporadas. Fernando, vendido ao Shakhtar Donetsk por 5 milhões de euros em 2018 e Luan Cândido vendido ao RB Leipzig por 10 milhões de euros (8 + 2 quando fizer 5 jogos) em 2019. Daniel Fuzato, que deixou o clube ano passado, foi vendido pouco antes do fim do contrato porque não quis renovar.

Não é correto, portanto, dizer que o Palmeiras vende muito jogadores da base, mas é real o não aproveitamento dos atletas na equipe profissional. Com todos atritos com a Federação Paulista, por exemplo, esperava-se que o clube usaria mais jovens durante o campeonato regional, mas apenas Leo Passos, Vitão e Esteves ganharam poucos minutos na última rodada da base de classificação.

Neste cenário, sem expectativa de distribuição de minutos para os jovens nas próximas competições, o Palmeiras opta por emprestar os jogadores para outros clubes em busca de proporcionar uma “rodagem” e amadurecimento.

Atualmente, Vitão, Lucas Esteves e Iván Angulo, este em definitivo, estão integrados à equipe profissional e participam das atividades do elenco durante a semana.  Vitão e Esteves estão “descendo” para a base para participar de jogos do Brasileiro Sub-20.

Segundo informações, Gabriel Menino é outro atleta que está no radar da comissão técnica. O meio campista, que perdeu quase todo primeiro semestre com uma lesão no metatarso,  pode ganhar oportunidades de ao menos integrar o clube nos próximos meses.

 

 

 

Quer saber mais informações sobre Base do Palmeiras? Siga as nossas redes sociais:

Twitter: @BasePalmeiras

Instagram: @basedopalmeiras

Facebook: facebook.com/basepalmeiras/

Deixe uma resposta